Casa do animal

Na passada sexta-feira, tive o prazer de integrar a campanha “Sempre sonhámos com uma família grande: Adote!”, acompanhada, claro está, do meu querido Júlio.
A campanha surge da parceria entre a Casa dos Animais de Lisboa e LISB/ON #Jardim Sonoro.

Para quem não conhece esta nova festa da cidade, ela decorrerá nos dias 6 e 7 de Setembro, no Parque Eduardo VII, e trará música de diversos géneros à cidade de Lisboa. É mais ou menos uma experiência urbana em que a cidade de Lisboa é o palco para muito Groove e Dança. Todo o conceito é já boa razão para marcar presença, mas há ainda outras razões para apoiar este projeto: 1% das receitas de bilheteira serão doadas à Casa dos Animais de Lisboa, juntamente com doações de ração e medicamentos para animais.

A Campanha em que participei, “Sempre sonhámos com uma família grande: Adote!”, é uma iniciativa da Casa dos Animais de Lisboa, que tem como objetivo marcar posição contra o abandono de animais domésticos e promover também a adoção dos mesmos. Surge no timing perfeito, já que foi aprovada na semana passada uma lei que criminaliza os maus-tratos e abandono de animais doméstico (finalmente!). Adoro animais e acho que já estava na altura de trazer à justiça as pessoas que os tratam mal.

Esta é uma campanha com a qual me identifico a 100%. Juro que não percebo como é que alguém é capaz de tratar mal o seu animal ou de o abandonar na rua, é algo que me deixa completamente revoltada.

Resumindo, fiquei muito feliz por ser convidada a participar nesta campanha e foi sem dúvida uma experiência única. Fotografar com o Júlio foi super divertido! Seguem algumas fotografias dos bastidores – vejam bem se ele não é um amor de cão.

20140729-135300.jpg

20140729-135311.jpg

20140729-135317.jpg

20140729-135323.jpg

20140729-135331.jpg

20140729-135341.jpg

20140729-135350.jpg

20140729-135356.jpg

20140729-135404.jpg

Agora o resultado final, gostam?

20140729-135542.jpg

20140729-135548.jpg

20140729-135554.jpg

20140729-135600.jpg

20140729-135604.jpg

20140729-135744.jpg

Xoxo
Jess

Emmys

No passado dia 10, foram anunciadas as nomeações aos Emmys 2014. É nestas alturas que me confronto com o facto de ter muito pouco tempo livre… Não me interpretem mal, eu adoro a minha profissão e nada me dá mais prazer do que executá-la mas, às vezes, confesso que gostaria de ter um pouquinho mais de tempo para me deitar no sofá a comer pipocas e a ver séries do início ao fim.

Anyway, as nomeações já são públicas e fiquei contente por ver que Modern Family continua a arrecadar nomeações, não só para melhor série de comédia, como também para os prémios de representação. Julie Bowen, Ty Burrell e Jesse Tyler Ferguson (Claire, Phil e Mitchell) estão nomeados enquanto atores secundários, e Nathan Lane (o hilariante Pepper) como guest-star.

Do lado do drama estou a torcer por Downtown Abbey, que tem cinco atores nomeados e ainda as nomeações para Melhor Drama e Melhor Realização.

20140728-111746.jpg

20140728-111753.jpg

20140728-111800.jpg

20140728-111807.jpg

20140728-111817.jpg

20140728-111824.jpg

20140728-111831.jpg

De resto, agora é esperar pela gala (que é dia 16 de Agosto) e pelos vestidos lindos que as estrelas de Hollywood certamente irão usar. Eu estarei cá para comentar os melhores e os piores.
Xoxo

BAN BOSSY

Quando um menino é assertivo, dizem que tem carácter de líder. Quando é uma menina, chamam-lhe mandona.

Esta é a questão de partida para uma campanha entitulada “Ban Bossy”, lançada há uns meses atrás por algumas das mulheres mais carismáticas dos Estados Unidos, entre elas Beyoncé, Jane Lynch, Jennifer Garner e até a ex-Secretária de Estado Condoleezza Rice. Num vídeo lançado no youtube e que se tornou instantaneamente viral, estas mulheres defendem que não são “bossy”, elas são “The Boss”.

O intuito é claramente banir o adjetivo “mandona”, que é maioritariamente dirigido ao género feminino e que afasta as mulheres, desde cedo, do caminho da liderança, do sucesso. A campanha tem um site, www.banbossy.com, onde estão disponíveis diversos conteúdos que têm como objetivo promover uma educação para a liderança e para uma auto-estima saudável.

É uma campanha interessante, que convido todas a conhecer, principalmente aquelas que têm filhas pequenas e para quem esta questão é ainda mais importante. Do meu lado, deixo o vídeo de que falei no início.

“Girl power!”