31

Faço isto todos os anos e aqui vai mais um post sem filtros nem fingimentos.

Eu não adoro fazer anos, mas há uns anos mudei esse chip (como já tinha partilhado) e passei a enfrentar o pequeno blues que me dá uma semana antes…como um desafio.

Ora bem, desta vez começou bem antes, os meus 30 foram um ano tão preenchido e vivido sem arrependimentos que até fico meia overwhelmed. Só para tirar já do assunto, sim! Fui pedida em casamento quando fiz 30 e estava estupidamente feliz. Daqui a uns dias faço 31 (dia 21) já em caminhos bem diferentes daqueles que imaginava, mas rodeada de pessoas incríveis e amigos que nunca me falham.

Aproveito esta carta para pedir desculpa também a alguns amigos a quem não prestei a atenção que mereciam, e prometer que tenho estado focada para mudar isso.

Normalmente por esta altura escrevo sempre o que gostava de mudar, mas querem mesmo saber? Não mudava nada, nem a tristeza ou as gargalhadas parvas! A vida tem maneira de nos levar para o sítio onde devemos estar e eu simplesmente vou confiar e esquecer que a minha ansiedade existe, assim pode ser que ela me deixe em paz durante uns tempos.

Acho que os 31 vão ser tão bons ou melhores que os 30. Espero! Estou de sorriso na cara à tua espera… Que venha mais um ano imprevisível!

Beijinhos desta trintona :D

#omeuorienteéondeeuquiser

whatsapp-image-2016-12-19-at-14-22-27