Desabafo de final de Semana

Olaaaaa!

Antes de escrever este post queria só dizer que não é um ego boost ou algum tipo de convencimento, até porque tenho alguma alergia a esse tipo de postura. Quando partilho a minha vida nunca o faço sem pensar que pode ajudar ou ser útil de alguma maneira para alguém, eu sei que parece que estou aqui armada ao pingarelho mas quem me conhece sabe disso, talvez até alguns de vocês que caminham ao meu lado já faz tempo, e que cresceram comigo ao longo destes anos.

Em 2014 lancei o meu primeiro livro ‘Não queiras ser Perfeita’ que demorou bastante tempo até estar exactamente como queria. Fui tão chata com a editora (que hoje considero família, já que partilhei na primeira pessoa com eles as minhas maiores fragilidades durante todo o processo de escrita do livro).

Este post vem a que propósito estás tu a pensar?
Já não tinha nenhum livro em casa, e muitas vezes cruzo-me ou recebo mensagens de raparigas que se tenham identificado com o que leram, que compreenderam o que escrevi e acabaram por partilhar as histórias das próprias comigo.
Há poucos dias no ginásio veio uma miúda muito simpática ter comigo e disse: ‘o teu livro ajudou-me imenso e vejo-te aqui e não podia não te dizer isto’ e eu, num dia menos verde, leve, não- meditada e totalmente entregue ao stress que a vida nos propõem só consegui responder (meia emocionada admito): Obrigada.

Estou a precisar de ler o meu livro. Estou a precisar de centrar-me, estes dias estão a ser pesadíssimos e um misto de emoções…
Esta miúda bem simpática que rumou comigo num dia chato incentivou-me a respirar fundo e a voltar a pôr-me no lugar.
Hoje voltei a ler o meu livro e foi das melhores decisões que já tomei, partilhar a minha história, a minha vida, neste livro.
Estranhamente, ler o meu livro foi uma lufada de ar fresco e foi maravilhoso ver como estou bem, feliz, e acima de tudo saudável, e que emocionalmente e espiritualmente sinto-me em paz, ainda mais do que quando lancei o livro, portanto digo a mim mesma: ‘alguma coisa estás a fazer bem’ ;)

Este é o meu desabafo de hoje.

By the way
Nunca percam o sentido de humor, nem de se rirem de vocês próprias.
Acreditem que escrevi isto e sei o quão óptimo isto é para o sensivelmente idiota vir gozar comigo. E até isso me faz rir.

Até breve com o vlog

Namaste bitches