Jessy talks… to Pedro Carvalho

Miúdas, o Pedro Carvalho é muito mais que um tipo giro que vocês adoram ver na TV… Ele é mais um português a fazer sucesso lá fora! Depois de um projecto com a TV Record, que o levou às televisões brasileiras, volta agora ao Rio para fazer parte da nova novela de horário nobre, “O Outro Lado do Paraíso”.

O Pedro está a dar cartas no Brasil e tirou um pouco do seu tempo para responder a algumas perguntas… Leiam e aproveitem para o visitar nas redes sociais (@OficialPedroCarvalho no facebook e @pedrocarvalho_oficial no instagram) :)

IMG_4442

Admite, estás com saudades de Portugal ?

O ritmo aqui tem sido tão acelerado, a preparação e os workshops intensos que a Globo nos deu a nós Actores, antes de começarmos a gravar, que acabo por chegar a casa literalmente ‘morto’, acabo por não ter tempo para saudades, embora se pudesse apertar um botão e ter um abraço dos meus pais e das minhas sobrinhas de vez em quando e dos amigos mais íntimos, seria maravilhoso! Hehe

Felizmente as tecnologias hoje resolvem em parte esta saudade, WhatsApp, Skype, FaceTime,… Como já tinha vivido um ano no Brasil para gravar a novela ‘Escrava Mãe’, já tenho uma pequena grande família de amigos queridos aqui. Sinto-me em casa. Sou feliz aqui.

Como surgiu além de muito trabalho e esforço da tua parte está oportunidade na globo?

No ano de 2015, já estava a estudar os guiões em Portugal para fazer a novela ‘Santa Bárbara’ quando recebi um convite da Record para vir para o Brasil para gravar uma linda novela de época que contava a história de amor dos pais da tão conhecida ‘Escrava Isaura’, eu seria portanto o pai, um Português que chega ao Brasil em 1803 e se apaixona por uma Escrava, a sinopse, toda a estrutura técnica em que a novela se apresentava, o personagem, foi tudo irrecusável. Estavam a dar-me uma oportunidade que nunca me deram até hoje em Portugal, na minha terra, reconheceram o meu trabalho além fronteiras e eu resolvi deixar tudo e vir atrás de um sonho. É claro que foi tudo feito de forma correcta para não prejudicar ninguém, óbvio. A novela correu muito bem, liderou muitas vezes as audiências, coisa que nunca tinha acontecido, ganhámos um Emmy na China e eu fiquei nomeado para os prémios de TV mais conhecidos aqui: ‘Prémios EXTRA GLOBO’ como melhor actor revelação, embora viesse da emissora concorrente.

Isso também ajudou a chamar a atenção da GLOBO. Voltei para Portugal quando recebo uma chamada do Brasil da minha agente a dizer que me tinham convidado para fazer a novela das 21h do autor Walcyr Carrasco e direcção de Mauro Mendonça.

Fala-me do projecto, podes?

‘O Outro Lado do Paraíso’ é uma novela que se passa em Tocantins e Palmas, duas regiões lindíssimas do Brasil. É uma novela que fala acerca da lei do retorno, ou seja, tudo o que vai, volta, seja positivo ou negativo. Aborda temas muito actuais e polémicos, como a violência doméstica, o abuso sexual de menores, a homosexualidade e homofobia, o abuso de poder, o nanismo, o preconceito, entre outros.

É uma novela em horário nobre, que aqui chamam de ‘novelão’ e que reúne Actores ‘monstruosos’ no elenco com quem eu jamais pensei em vir a trabalhar e com quem vou contracenar bastante: Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Natália Timberg, Laura Cardoso, Marieta Severo, Ana Lúcia Torre, Thiago Fragoso, Juliano Cazarré, Grazi Massafera, Glória Pires, entre outros…

A novela divide-se em duas fases, o passado (2007) que vai ate ao capítulo 34 e o presente (2017) a partir do capítulo 34 até ao final. É nesta última fase que eu e a maior parte do elenco entram, na fase presente. O meu personagem chama-se ‘Amaro’ e é bastante polémico e vai fazer parte do casal amoroso mais polémico da história. É um português, de 30 anos, rico, comprador de jóias, muito romântico e galanteador, um playboy, muito misterioso e arrogante, que chega a Tocantins e vai despertar o amor arrebatador da ‘Estela’, interpretado pela actriz Juliana Caldas, que tem nanismo.

Agora vem a questão: será que ele se envolve por amor e derruba todas as barreiras do preconceito ou por interesse, já que ‘Estela’ é a herdeira de toda a fortuna da família dos vilões da trama (Marieta Severo: a mãe que a rejeita, diz que ela é um monstro e que a deveria ter dado para o circo quando ela nasceu, é a vilã da história; e os irmãos: o bonzinho da história, Sérgio Guizé e a irmã, Grazzi Massafera).

Como é a tua rotina no Rio?

Acordo e vou directo correr no calçadão, tenho a praia à porta de casa praticamente, corro 1h mais ou menos, bem cedo, no final do um mergulho no mar e aí começa o meu dia, bebo uma água de coco de regresso a casa. Aí tomo o pequeno almoço, preparo-me e vou para o Projac. No fim do dia vou fazer o meu treino de CROSSFIT e depois saio para jantar com amigos, ir ao teatro, cinema. Quando gravo no dia seguinte venho directo para casa estudar. Uma vida bem tranquila.

Prato preferido?

Não sou muito de ‘comidas’ mas mais de doces, essa é a minha droga, a minha tentação, o meu guilty pleasure: chocolate.

Já agora, love life? Estás a ser muito assediado aí?

Solteiro e bom rapaz, de bem com a vida! Eheh Já me conhecem pelo anterior trabalho aqui, mas novela das 21h na Globo já me disseram: ‘Pedro, prepara-te! Não tens de facto noção do que vai ser!’…enfim, tento não pensar nisso…

Mais do que em Portugal ?

Em Portugal já me conhecem há alguns anos, mas as pessoas aqui vivem a novela. Novela é cultura! Os actores são extremamente assediados, acarinhados. Estamos a falar de um País com 230 milhões de habitantes e da Globo, a emissora mais vista.

Manda um recado para todos os seguidores do Jessy James que te estão acompanhar deste lado.

Para ti Jessy, I love you, saudades e espero que venhas visitar-me ao Rio em breve, no Carnaval por exemplo! Vais amar!

Para todos os seguidores do Jessy James, sou grato por poder partilhar esta fase feliz da minha vida com vocês e assistam à novela ‘O Outro Lado do Paraíso’ que vai estrear na SIC a partir de Novembro!

Beijos e Abraços com a energia do Rio de Janeiro!