On the road

Hello everybody!

Então, hoje de manhã peguei na minha mota e decidi vir sozinha até ao sul (Bingin) – o Alentejo cá do sítio, como alguns portugueses que vivem cá dizem.

A verdade é que ando sempre de mota, mas quando mudo de zona apanho um táxi/uber/o que der, e depois alugo uma mota no novo destino. Mas muita gente leva a mota de um sítio para outro e desta vez achei… Já que todos o fazem, why not?! E assim arranquei de Canggu (onde passei os últimos dias em modo yoga e meditação) às 10 da manhã, com esperança de não apanhar trânsito. Google Maps preparado, telemóvel preso com um apoio que comprei no aeroporto de Lisboa (não fiando, ainda o prendi com imensa fita cola), GPS ligado e com a minha playlist, lá fui eu com um “fone” para o meio do caos (salve-se quem puder!).

Ora bem, foi a primeira vez nos anos todos que cá venho que me vi numa situação destas, nunca tive nenhuma queixa de nenhum local nem nada do género. Mas hoje, enquanto conduzia para Bingin, olhei para o lado e o condutor da mota ao lado vinha em “preparos” pouco próprios a fazer aquilo que não imaginam alguém fazer em pleno trânsito… Já estão a ver? Fiquei estupefacta. Confesso que ainda lhe mandei um gritos em português a insultá-lo… Depois de 20 minutos a tentar ignorar aquele espectáculo tornou-se difícil. Aliás, a certo ponto apercebi-me que ele estava literalmente a seguir-me porque fiz a mesma estrada duas vezes (enganei-me no caminho) e ele continuou sempre atrás de mim ou ao meu lado… Opa foi completamente fora. Às tantas lá o consegui despistar, no meio de uma espécie de auto-estrada meti o pisca para a esquerda, deixei-o passar e cortei para a direita.

Continuei a minha viagem, já mais perto do sul fui parada pela polícia para mostrar os documentos/carta. Claro que por mais que tenhas tudo em ordem, a língua universal aqui é uma nota… Quando o polícia me perguntou de onde era ainda tentei que se rendesse ao facto de eu vir do mesmo país que o Cristiano Ronaldo (todos amam o Cristiano aqui, é uma loucura!), mas não me safei. Nota de cem mil foi logo ao ar (mais ou menos 7 euros) e lá segui viagem. Sinceramente nem estava para filmes, depois da cena com o condutor da mota.

O GPS dava uma estimativa de 1h15m, as pessoas que conheço fazem este caminho em 45 minutos… Eu demorei hora e meia! Sempre hati hati (devagarinho), claro, e de capacete!

Anyway, já cheguei e vamos ver o que os próximos dias no sul me trazem.

Saudades dos meus cães! Das minhas amigas! E sabem mais do quê ??? Da comiiiiidaaaaaaaa! Como tanto verde aqui que um dia vou parecer um espargo!

Continuo a receber as vossas dicas (obrigada) e teremos mais vídeos para breve (I hope!!!!).

Namaste bitches!

Jessy James

WhatsApp Image 2017-05-17 at 06.54.52 WhatsApp Image 2017-05-17 at 06.55.38 WhatsApp Image 2017-05-17 at 06.53.46 WhatsApp Image 2017-05-17 at 06.55.54